Como conseguir trabalho de Perito Grafotécnico

Como conseguir trabalho de Perito Grafotécnico

Tempo de leitura: 5 minutos

Como conseguir trabalho de Perito Grafotécnico

Para se tornar um perito grafotécnico, é necessário realizar um curso de especialização, que pode ser concluído online.

Não há requisitos específicos para ingressar na profissão, sendo aberta a profissionais de diversas áreas, como Pedagogia, Psicologia, História, Letras, Direito, Arquivologia, Biblioteconomia e Gestão de RH.

Para atuar como Perito Judicial, é necessário possuir formação superior em qualquer área. Alguns tribunais podem exigir um período mínimo de formação, geralmente entre 2 e 3 anos.

Neste artigo nós iremos cobrir os pré-requisitos para conseguir um trabalho como perito grafotécnico.

O que é perícia grafotécnica?

O que é perito grafotécnico

A grafotecnia, ou grafoscopia, é uma ciência da documentoscopia que analisa tecnicamente a escrita para verificar a autoria, autenticidade ou falsidade de documentos, assinaturas, laudos, atestados médicos e cartas anônimas.

A análise envolve a identificação de padrões e micro alterações na grafia, comparando o documento investigado com uma fonte autêntica.

Exames técnicos incluem espaçamento, calibre, inclinação, proporcionalidade gráfica, valores curvilíneos, pressão, momento gráfico, progressão, remate e mínimo gráfico.

O resultado determina se o documento é verdadeiro ou falsificado ou identifica o autor da escrita.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

Como conseguir trabalho de Perito Grafotécnico

O perito grafotécnico pode conseguir emprego de duas formas: sendo contratado por uma empresa ou instituição, ou sendo nomeado por um juiz. Para o primeiro caso, é importante fazer networking com escritórios de advocacia e grupos de peritos grafotécnicos online.

No segundo caso, é necessário se colocar à disposição dos Tribunais de Justiça e demonstrar qualificação, investindo em um curso de Perícia Grafotécnica que ensina a dinâmica de apresentação ao tribunal e oferece certificação.

A escrita de cada indivíduo é única, resultado dos estímulos cerebrais, o que fundamenta a perícia grafotécnica. Se deseja atuar na área, veja sete dicas:

  1. Atenda a requisitos preliminares: Aplique ética, imparcialidade, sigilo e justiça, pois sua perícia pode influenciar o futuro de pessoas.
  2. Invista em formação: Não há faculdade específica, mas cursos livres, como os oferecidos pela Nero Perícias, são essenciais. Cursos de ciências forenses e perícia criminal também incluem grafoscopia.
  3. Cadastre-se para trabalhos: Após a formação, cadastre-se em listas de tribunais e procure oportunidades em empresas, cartórios, bancos e escritórios de advocacia. Utilize sites de vagas online e prepare um bom currículo.
  4. Faça uma pós-graduação: Embora não obrigatória, uma pós-graduação pode ser útil. Opções EAD incluem cursos da Unyleia e UNINA, voltados para profissionais graduados.
  5. Dedique-se ao estudo: Participe de seminários, workshops e congressos para se atualizar. A dedicação e o estudo contínuo aumentam a precisão dos laudos e abrem oportunidades.
  6. Pratique intensamente: A prática é crucial. Realize exercícios e avalie muitos casos durante os cursos para ganhar experiência e segurança.
  7. Tenha segurança no que faz: Conhecimento técnico e prático, aliado ao uso de novas tecnologias, é fundamental. A responsabilidade é grande, e a precisão dos laudos pode afetar sua reputação profissional e implicar consequências legais.
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

As 2 formas de ser Perito Grafotécnico

Tem trabalho para perito grafotécnico?

Peritos grafotécnicos podem atuar de duas formas: extrajudicialmente e judicialmente.

  1. Forma particular (extrajudicialmente): O perito elabora laudos para escritórios, empresas, bancos, cartórios e outras instituições que necessitam de perícia grafotécnica, um campo com boa demanda.
  2. Forma judicial: O perito é nomeado pelo juiz para elaborar laudos diretamente para a justiça, auxiliando na análise de documentos e verificação de assinaturas.

Os honorários do perito grafotécnico são definidos pelo próprio profissional, conforme o CPC, considerando a complexidade do caso e a média de valores em processos semelhantes. Em geral, os ganhos variam entre R$1.200,00 e R$5.800,00.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

Como é o mercado de trabalho para perícia grafotécnica?

quanto ganha um perito grafotécnico iniciante

No Brasil, muitos processos estão parados por falta de peritos especializados. Profissionais dessa área podem atuar no serviço público ou privado.

Serviço público: Peritos grafotécnicos podem ser nomeados por juízes para atuar como auxiliares de justiça, prestando serviços a órgãos públicos sem necessidade de concurso, contratados pontualmente para casos específicos.

Serviço privado: Peritos grafotécnicos podem ser contratados por cartórios, bancos e empresas privadas para avaliar a veracidade de documentos. Também podem atuar como consultores técnicos em processos judiciais e extrajudiciais, oferecendo uma segunda opinião.

Fazer um curso de perícia grafotécnica pode ser um bom investimento, pois é uma formação rápida e os trabalhos são sob demanda, podendo servir como uma fonte de renda adicional e muitas vezes permitindo trabalho remoto.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

Conclusão

Qual é o trabalho de um perito?

A perícia grafotécnica é uma área fascinante e essencial, que envolve a análise da autenticidade de documentos através da grafoscopia.

Para se tornar um perito grafotécnico, é fundamental investir em um curso de especialização, que pode ser realizado online e é acessível a profissionais de diversas áreas.

Existem duas principais formas de atuação: no serviço público, sendo nomeado por juízes como auxiliar de justiça, e no setor privado, prestando serviços a cartórios, bancos e empresas.

O mercado de trabalho para peritos grafotécnicos é promissor, com uma demanda crescente tanto no âmbito judicial quanto extrajudicial.

A falta de profissionais especializados faz com que essa carreira seja uma excelente oportunidade para quem busca uma fonte de renda adicional ou uma nova trajetória profissional.

Com a possibilidade de trabalhar sob demanda e, muitas vezes, de forma remota, a perícia grafotécnica oferece flexibilidade e uma variedade de oportunidades.

Investir na formação e se manter atualizado são passos essenciais para se destacar nesse campo.

Portanto, se você tem interesse em análise de documentos e busca uma carreira dinâmica e relevante, a perícia grafotécnica pode ser o caminho ideal para você.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO