Como virar perito grafotécnico

Como virar perito grafotécnico

Tempo de leitura: 5 minutos

Como virar perito grafotécnico

Tornar-se um perito grafotécnico é um processo que envolve educação formal, treinamento prático e, em muitos casos, certificação.

A grafotecnia, ou grafoscopia, é a ciência que estuda a escrita manuscrita, permitindo a identificação do autor de um texto ou assinatura. Aqui está um guia detalhado sobre como virar perito grafotécnico.

O que é perícia grafotécnica?

A grafotecnia, também conhecida como grafoscopia, é um ramo da documentoscopia que se dedica à análise técnica da escrita para determinar a autoria, autenticidade ou falsificação de documentos, assinaturas, laudos, atestados médicos e cartas anônimas.

Essa análise envolve a identificação de padrões e microalterações na escrita através de uma minuciosa investigação por confronto, comparando o documento sob análise com um padrão autêntico.

Os exames técnicos abrangem aspectos gerais como espaçamento, calibre, inclinação e proporcionalidade da escrita, além de características específicas como pressão e progressão da escrita.

O resultado pode confirmar a veracidade do documento ou identificar uma falsificação, e no caso de determinação de autoria, especificar o autor da escrita.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

As 2 formas de ser Perito Grafotécnico

Como ser um perito grafotécnico

Peritos grafotécnicos não atuam apenas como auxiliares da justiça, mas também de forma extrajudicial.

Eles podem elaborar laudos para escritórios, empresas, bancos e cartórios, além de atuar judicialmente, nomeados por um juiz para auxiliar em análises de documentos e verificação de assinaturas nos tribunais. Ambas as formas de atuação são bem remuneradas.

Mais detalhes sobre a remuneração de um perito grafotécnico serão abordados a seguir.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

Quanto ganha um perito grafotécnico?

Os honorários de um perito grafotécnico são estabelecidos pelo próprio profissional, que deve informar o valor ao juiz após ser nomeado, conforme o Código de Processo Civil.

Este valor deve ser justificado com base na complexidade do caso e na média de mercado.

Para definir seus honorários, é recomendável consultar tabelas de referência ou casos similares. Em geral, um perito grafotécnico pode ganhar entre R$1.200,00 e R$5.800,00, com base nas nomeações de alunos referenciados.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

Como conseguir emprego de perito grafotécnico?

quanto ganha um perito grafotécnico iniciante

O perito grafotécnico pode ser contratado diretamente por empresas ou nomeado por um juiz.

Para conseguir trabalho em empresas, é essencial fazer networking com escritórios de advocacia e grupos de peritos online. Já para atuar por nomeação judicial, é necessário se apresentar aos Tribunais de Justiça e comprovar qualificação, sendo o curso de Perícia Grafotécnica um caminho eficaz para aprender a dinâmica de atuação e obter uma certificação que valida as habilidades na área.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

Como virar perito grafotécnico

Para se tornar um perito grafotécnico no Brasil, você precisa seguir alguns passos:

1. Formação Educacional

Graduação

  • Áreas Relacionadas: Embora não exista um curso de graduação específico para se tornar perito grafotécnico, cursos em áreas como Direito, Psicologia, Criminologia, e Forense podem fornecer uma base sólida.
  • Conhecimento Complementar: Cursos de caligrafia, psicologia da escrita, e documentoscopia são altamente recomendados.

Cursos Especializados

  • Grafotecnia e Documentoscopia: Existem cursos técnicos e de pós-graduação específicos para a formação em grafotecnia. Estes cursos cobrem técnicas de análise de documentos, identificação de falsificações, e compreensão da psicologia por trás da escrita.

2. Experiência Prática

  • Estágios e Treinamento: Buscar estágios ou treinamento em laboratórios de perícia, escritórios de advocacia, ou departamentos policiais pode proporcionar experiência prática valiosa.
  • Prática Independente: Praticar a análise de diferentes tipos de escrita e assinaturas, utilizando ferramentas específicas da área, pode ajudar a desenvolver as habilidades necessárias.

3. Certificação e Registro Profissional

  • Certificação: Alguns países ou regiões exigem que os peritos grafotécnicos sejam certificados por uma organização profissional reconhecida. Esta certificação pode envolver a aprovação em exames específicos e a comprovação de experiência na área.
  • Registro Profissional: Em muitos lugares, é necessário estar registrado em um órgão profissional ou conselho de classe para atuar legalmente como perito grafotécnico.

4. Desenvolvimento Contínuo

  • Atualização Constante: A área de perícia grafotécnica está sempre evoluindo, com novas técnicas e tecnologias emergindo. Participar de workshops, seminários e cursos de atualização é crucial.
  • Publicações e Pesquisas: Contribuir com pesquisas e publicações na área pode ajudar a estabelecer credibilidade e reconhecimento profissional.

5. Networking Profissional

  • Associações Profissionais: Fazer parte de associações profissionais de peritos grafotécnicos pode oferecer oportunidades de networking, acesso a recursos exclusivos e informações sobre as melhores práticas na área.
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CURSO

Conclusão

Tornar-se um perito grafotécnico exige uma combinação de educação formal, treinamento prático, certificação e desenvolvimento profissional contínuo.

A entrada na área pode ser facilitada por uma graduação relacionada, mas a especialização por meio de cursos específicos é essencial.

A experiência prática, juntamente com a certificação e o envolvimento em associações profissionais, são fundamentais para o sucesso e reconhecimento na profissão.

Dicas importantes:

  • Seja dedicado e persistente: Tornar-se um perito grafotécnico exige dedicação e estudo constante.
  • Mantenha-se atualizado: A área de perícia grafotécnica está em constante evolução, por isso é importante se manter atualizado sobre as últimas técnicas e tecnologias.
  • Seja ético e profissional: A ética e o profissionalismo são essenciais para o sucesso na carreira de perito grafotécnico.

Lembre-se que, para atuar como perito judicial, é necessário possuir formação superior em qualquer área.

Com estudo, dedicação e prática, você poderá se tornar um perito grafotécnico qualificado e bem-sucedido.